Notícias

Governo do Tocantins entrega cestas básicas a mais de 7,7 mil famílias no Alto Araguaia

29/07/2020 - Brener Nunes/Governo do Tocantins

As equipes do Governo do Tocantins, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins), finalizaram as entregas de cestas básicas a moradores de assentamentos rurais da região do Alto Araguaia. Nesta etapa, foram beneficiadas mais de 7,7 mil famílias de 91 assentamentos, cinco quilombos e três torrões com 96,1 toneladas de alimento.

Com apoio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), as cestas foram entregues para famílias assentadas nas áreas rurais de Araguaína, Aragominas, Araguanã, Arapoema, Babaçulândia, Bandeirantes, Barra do Ouro, Bernardo Sayão, Brasilândia, Carmolândia, Colinas, Goiatins, Juarina, Filadélfia, Muricilândia, Nova Olinda, Palmeirante, Pau D’arco, Piraquê, Santa Fé do Araguaia e Wanderlândia.

Ao todo, 21 servidores do Governo participaram da ação, e por orientação do governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, as cestas foram entregues de propriedade em propriedade a fim de evitar a aglomeração de pessoas e que elas se exponham ao risco de contaminação pelo novo Coronavírus.

Conforme o presidente do Ruraltins e secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Thiago Dourado, as equipes estão há meses na missão determinada pelo Governador. “Desde março, estamos nessa missão determinada pelo governador Mauro Carlesse, junto com a Setas, na entrega de cestas básicas às famílias rurais que tiveram sua renda comprometida em virtude da pandemia do novo Coronavirus. Com a finalização do Alto Araguaia, já atendemos mais 120 cidades do Estado, beneficiando até o momento, cerca de 30 mil famílias, de 522 assentamentos rurais e comunidades tradicionais. Essa é uma das ações emergenciais do Governo para garantir a segurança alimentar da população tocantinense e continuaremos até contemplar todos os municípios afetados pela pandemia”, ressaltou.

Thiago Dourado ainda destacou a preocupação do Governo do Tocantins com a situação das famílias durante a pandemia. “É uma forma que a Gestão encontrou de demonstrar que cada família tocantinense é importante para o Estado e que nos importamos com a vida dessas pessoas. A equipe fez um trabalho com muito zelo e dedicação, para que pudesse levar a esperança de que tudo isso vai passar e que vamos passar e superar essa dificuldade juntos”, frisou Thiago Dourado.

Depoimentos

O senhor Antônio Martins, de 83 anos, afirmou que nasceu e foi criado no quilombo. “Meu bisavô que veio morar aqui. A vida por hora está boa. Minha mãe teve 15 filhos e só tá existindo eu e outra irmã que mora em Nova Olinda. Não vejo ela há mais de ano, é difícil”, falou.

Senhor Antônio ainda contou que teve sete filhos, possui 40 netos e 23 bisnetos. “Tenho muito neto, minha esposa mora aqui, ela é lá do Maranhão, mas os únicos parentes dela aqui são os filhos e os netos”, afirmou.

Nas andanças, a equipe do Ruraltins encontrou a família de Benedita Pereira, que é conhecida no PA Andorinha, em Santa Fé do Araguaia pelo delicioso café que faz da pequena plantação. “Só fazemos para o consumo mesmo. Os vizinhos vêm só para tomar um pouco, porque fazemos ele direto do grão. Esse café que compra em supermercado não é bom”, disse a assentada, mostrando os grãos torrados recentemente.

Irenilde Rodrigues, moradora do assentamento  Baviela, em Aragominas, ficou mais do que contente quando recebeu a cesta da equipe do Governo. “Moro aqui há mais de dez anos, nunca recebi uma cesta básica em minha casa. Eu fico muito agradecida pela cesta, porque agora não vou precisar gastar do pouco dinheiro que eu tenho para comprar uma”, disse.

Balanço

Ação já beneficiou mais de 30,2 mil famílias atendendo à demanda do Governador Mauro Carlesse, as entregas são realizadas pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), em parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), e vêm ocorrendo em todo o Estado desde o mês de março.

Em mais de 80 dias, a ação beneficiou 30.260 famílias de 529 assentamentos rurais, comunidades tradicionais e torrõezeiras. Foram visitadas 122 cidades tocantinenses das regiões do Bico do Papagaio (26), sul (16), médio Araguaia (15), sudeste (15), médio Tocantins (21), Jalapão (8) e Alto Araguaia (21).

Para cumprir essa grandiosa missão, a equipe do Ruraltins já percorreu mais de 220 mil km. E, mesmo diante dos desafios encontrados pelo caminho, conseguiu entregar mais de 410 toneladas de alimentos às famílias rurais.

A primeira etapa da ação ocorreu na regional do Bico do Papagaio, onde foram mais de 7,4 mil famílias atendidas. No sul, foram beneficiadas mais de 3,1 mil famílias assentadas. Já no sudeste, 1,8 mil foram famílias beneficiadas pela ação do Governo; no médio Araguaia, 4,7 mil famílias atendidas; e no Jalapão, 1,7 mil famílias.

A ação segue até contemplar todas as famílias de assentamentos rurais que tiveram sua renda comprometida pela pandemia.

Cesta

Em cada cesta básica contém: Um pacote de arroz (5 kg) agulhinha especial, tipo 1; um pacote (2 kg) de açúcar cristal; 1 pacote (1 kg) de feijão carioca;  um pacote (250 gramas) de café  torrado e moído; uma garrafa pet (900 ml) de óleo de soja; um pacote (500 gramas) de macarrão espaguete; um pacote (350 gramas) de extrato de tomate; um pacote (1 kg) de sal refinado; 1 lata (125 gramas) de sardinha; um pacote (400 gramas) de biscoito doce tipo maisena; um pacote (500 gramas) de flocão de milho; um pacote (250 gramas) de sabão em barras, com cinco unidades; duas unidades (90 a 100 gramas cada) de sabonete e duas unidades (90 gramas cada) de creme dental, com flúor.

Transparência e controle

Os processos referentes às aquisições e aos contratos realizados no contexto da Covid-19 estão disponíveis no Portal da Transparência pelo endereço www.transparencia.to.gov.br. Para consultar, acesse na página principal a aba azul - Consulta Contratos Emergenciais -, e a aba verde - Gráficos dos Empenhos e Pagamentos -, e informe-se sobre todos os trâmites.    

É importante ressaltar que compras diretas, ou seja, sem licitação, estão autorizadas pela Lei Federal n° 13.979/2020 – de enfrentamento à Covid-19, somente para atender a situação emergencial provocada pela pandemia.  

Legislação federal e estadual referente a este contexto está disponível para consulta no site da Controladoria-Geral do Estado (CGE-TO) pelo link https://www.cge.to.gov.br/legislacao/legislacao-aplicada-a-covid-19/.

 

Compartilhe esta notícia