Notícias

Conselho Estadual de Assistência Social realiza 1ª reunião descentralizada em Aldeia Xerente

05/07/2019 - Lara Cavalcante/ Governo do Estado/ Fotos: Carlessandro Souza

O Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas) Tocantins realizou nesta quinta-feira, 4, a primeira reunião descentralizada na aldeia Xerente, Cabeceira da Água Fria, localizada no município de Tocantínia, a 87km de Palmas.

Reunir o Ceas na aldeia foi um pedido do conselheiro, Carlos Xerente, que é indígena e percebeu a necessidade de aproximar a instância de controle social da sua comunidade. “Esse momento foi muito importante para o meu povo porque abriu o olhar deles para muitos direitos que eles desconheciam. Estamos muito felizes e agradecidos pela oportunidade”. Comemorou o conselheiro.

Para o presidente do Ceas, Aguinaldo Umberto Leal, a iniciativa faz parte de um projeto do Conselho de ouvir in loco as necessidades das comunidades mais isoladas do Estado como indígenas e quilombolas. “Queremos trazer essas pessoas para o debate, integrando governo, controle social e comunidade”, pontua o presidente.

Entre as pautas estabelecidas pelo Ceas estavam o Cadastro Único da Assistência Social, o Programa Bolsa Família e a emissão de documentos pessoais. Já as principais reivindicações apresentadas pela comunidade estão ligadas a dificuldade de locomoção e a falta de informações, que os impedem de acessarem os seus direitos.

Na ocasião o Ceas listou as demandas colocadas pela comunidade e se comprometeu a oficiar as questões que dependem de encaminhamentos. Mas o principal ganho da reunião segundo o presidente Aguinaldo é constatar as dificuldade dessas comunidades e poderem juntos pensar em soluções.

Participaram da reunião, sete conselheiros estaduais, os caciques das aldeias Cabeceira da Água Fria, Adenilson Xerente, e da aldeia Jerusalém, Lázaro Xerente, além da secretária municipal de Assistência Social de Tocantínia, Ana Paula Ribeiro de Andrade, o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (Cemas), Wellington Macedo e a comunidade local.

 

Compartilhe esta notícia