Notícias

Setas recebe MPE para discutir parceria na criação de centro integrado de atendimento às vítimas de violência

07/06/2019 - Texto: Cristiane Lima/Fotos: Leandro Pinheiro

O secretário de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, Messias Araújo, acompanhado de uma equipe multidisciplinar da pasta, recebeu na última quinta, 06, o Coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância, Juventude e Educação (Caopije), promotor de justiça do Ministério Público Estadual (MPE) Sidney Fiori Júnior, para discutir sobre a criação do centro integrado de atendimento às crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência.

O objetivo do centro é concentrar todas as instituições que prestam atendimento às crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência em um só espaço físico na capital, para que tenham o atendimento de uma equipe multidisciplinar especializada.

Centro Integrado de Atendimento

A criação do centro integrado de apoio atende ao disposto na Lei 13.431/17, que regulamenta a organização dos serviços públicos para que as crianças não precisem repetir seu relato em ocasiões diferentes, aos profissionais das áreas de proteção de direitos, segurança, saúde e do Sistema de Justiça – repetição em que elas vivenciam o processo de “revitimização”, ao relembrar e expor a violência sofrida.

Como a lei orienta que os profissionais sejam qualificados para atender às crianças e adolescentes, o promotor de justiça veio à Setas em busca da disponibilidade de profissionais das áreas de assistência social e psicologia para integrarem a equipe. Sobre a solicitação do promotor, o gestor da Setas se comprometeu a auxiliar na busca dos profissionais com o perfil adequado. "O público deste centro integrado serão, em sua maioria, famílias em situação de vulnerabilidade, o que vai de encontro à área de atuação da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, por isso temos todo o interesse em contribuir", destacou Messias Araújo durante o encontro, completando que será um centro de referência para todo o Estado.

A proposta é que o Centro seja instalado na estrutura do antigo Centro Integrado de Apoio à Criança e ao Adolescente (Ciaca), localizado na quadra 504 sul. (Com informações da Assessoria de Comunicação do MPE)

Compartilhe esta notícia