Notícias

Sine de Palmas realiza Dia D promovendo inserção de Pessoas Com Deficiência no mercado de trabalho

29/11/2019 - Cláudio Duarte/Governo do Tocantins; Fotos: Aldemar Ribeiro

“O Dia D é o ápice de um trabalho de conscientização desenvolvido o ano inteiro junto às empresas, e que culmina na colocação da pessoa com deficiência no mercado de trabalho”, dessa forma o gestor da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), Messias Araújo, deu inicio as ações do Dia D - Dia Nacional de Inclusão Social e Profissional das Pessoas com Deficiência e dos Beneficiários Reabilitados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que acontece nesta sexta-feira, 29, no Sistema Nacional de Emprego (Sine-TO), unidade de Palmas.

A ação realizada conjuntamente pelo Ministério da Economia e o Sine reúne em um mesmo espaço as empresas e as pessoas com deficiência (PCD) que estão em busca de uma vaga de emprego. “A proposta é aproximar as pessoas interessadas em ingressar no mercado de trabalho e as empresas que precisam cumprir cotas de inclusão previstas na lei”, ressaltou a gerente de qualificação, capacitação e gestão das unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine/TO), Meire Bezerra.

Para este dia o quadro de vagas abertas disponibilizou 33 vagas para PCD com colocações para repositor de mercadorias, motorista de ônibus escolar, auxiliar administrativo, atendente de lojas, operador de caixa, entre outras.

Representante das PCD, Michelle Veras, que tem deficiência visual, falou da importância do trabalhador PCD se capacitar e não aceitar as discriminações. “Nós precisamos nos preparar para que possamos acreditar em nossas competências. O trabalhador PCD pode desenvolver um bom trabalho se estiver treinado e capacitado para a função que executa”, afirmou ela.

Odeone Sales da Silva, 43 anos, sofreu um acidente de moto e está com uma das mãos imobilizadas; ele veio participar do Dia D na expectativa de sair do Sine com um emprego garantido. “Estou desempregado e com dificuldade de achar uma vaga de emprego; porque mesmo capacitado, eles sempre pedem experiência, que só vou adquirir trabalhando”, disse.

Durante a intermediação, os trabalhadores PCD passam por uma triagem em que atualizam seus dados e são encaminhados para a vaga que mais se adequam; após entrevista com a empresa, caso não consiga a vaga, a pessoa é redirecionada a outra empresa.

Algumas das vagas foram disponibilizadas para cumprimento da Lei N° 8.213/91que assegura que todas as empresas privadas com mais de 100 funcionários devem preencher entre 2% e 5% das vagas com trabalhadores que tenham algum tipo de deficiência, mas algumas empresas mesmo com a meta alcançada disponibilizaram vagas e vieram conhecer as ações do Dia D.

A assessora técnica da reabilitação profissional do INSS, Marcela Prados Veras, participa das ações do dia D, trazendo informações e esclarecimentos para as empresas e trabalhadores PCD e em reabilitação.

O atendimento do Sine/Palmas será das 8h às 14h e focará exclusivamente no Dia D; nas demais unidades do Sine no Tocantins o atendimento será normal com foco na conscientização do Dia D.

Dia D

O Dia Nacional da Contratação da Pessoa com Deficiência (PCD) e Reabilitados vem fortalecer as políticas de empregabilidade para PCD’s, possibilitar a aproximação entre trabalhadores e empresas, e incentivar estas pessoas a voltarem para o mercado de trabalho.

Os trabalhadores com deficiência que buscam uma vaga no mercado precisam se dirigir ao Sine Central munidos de documentos pessoais, Carteira de Trabalho e o número do Programa de Integração Social (PIS).

Compartilhe esta notícia